Governo reduz imposto de importação para motores de veículos

07/08/2019

Conforme Portaria nº523, divulgada no Diário Oficial da União, o governo voltou a reduzir o imposto de importação para motores de veículos.

O documento inclui sete modelos de motores na lista de itens com redução de tarifa, que passou de 18% para 2%. A nova alíquota para estes motores é válida até 31 de dezembro deste ano.

Os modelos que tiveram redução no imposto de importação são classificados com os códigos 8407.34.90 e 8708.70.90 pela Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM). Todos os sete motores equipam veículos leves, entre automóveis e comerciais leves e de marcas como Audi, Mercedes-Benz e Volkswagen.

Além dos motores, a pasta também aprovou na mesma Portaria nº 525 a redução do imposto de importação de rodas forjadas de alumínio, usinadas, polidas ou não e com dimensões a partir de 8,25 x 22,5 polegadas e destinadas a caminhões e ônibus. A redução é a mesma: de 18% para 2% até 31 de dezembro de 2019.

LISTA DE MOTORES COM IMPOSTO DE IMPORTAÇÃO REDUZIDO A 2%:

– Motor turbo flex fuel de 2.0 litros com bloco em alumínio, injeção direta, potência máxima de 240 PS a 3.500 rpm e torque máximo de 360 Nm a 1.750 rpm para automóveis: alíquota de 2%

– Motor básico em ciclo Otto longitudinal, 1,5 l – 16V – 4 cilindros em linha 1.497 cm³ – Turbo com sistema de injeção direta, potência 170 – 200 cv, com rotação máxima de até 6100 rpm;

– Motor básico em ciclo Otto longitudinal ou transversal, 1,6 l – 16V – 4 cilindros em linha 1.595 cm³ – Turbo com sistema de injeção direta, potência entre 150 – 190 cv, com rotação máxima de até 5300 rpm – Torque 200 – 300 Nm;

– Motor básico em ciclo Otto longitudinal ou transversal, 2,0 l – 16V – 4 cilindros em linha 1.991 cm³ – Turbo com sistema de injeção direta, potência 184 – 265 cv, com rotação máxima de até 6100 rpm – Torque entre 300 – 400Nm;

– Motor bicombustível ou gasolina, 1,5l, 4 válvulas por cilindro, 3 cilindros em linha, 1499 cm³ com turbo, comando de válvulas variável, injeção direta, potência: 75-105 kW e torque: 180-220 Nm para automóveis e comerciais leves;

– Motor bicombustível ou gasolina, 2,0l, 16V, 4 cilindros em linha, até 1998 cm³ com turbo, comando de válvulas variável, injeção direta, potência: 135-250 kW e Torque: 250-500 Nm para automóveis e comerciais leves;

– Motor gasolina, 3l, 4 válvulas por cilindro, 6 cilindros em linha, 2998 cm³ com turbo, comando de válvulas variável, injeção direta, potência: 220-330 kW e torque: 450-600 Nm para automóveis e comerciais leves.

Fonte: Automotive Business

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Newsletter